Para uma página acessível prima Alt + 1 seguido de Enter.
Recolha selectiva de resíduos sólidos urbanos

A Câmara Municipal de Valongo disponibiliza aos seus munícipes vários equipamentos para a deposição dos resíduos recicláveis, nomeadamente:

> Ecopontos
   
O que são

No Concelho de Valongo utiliza-se o ecoponto triplo, isto é, um conjunto de contentores de 240 l (2,5 m3) constituído por um contentor para vidro (abertura verde), um contentor para embalagens (abertura amarela), um contentor para papel/cartão (abertura azul) e associando-se ainda um contentor vermelho de menores dimensões para pilhas (pilhómetro).

 Ecoponto

O que pode depositar

Contentor azul: papel de escrita, revistas, cartão canelado, caixas de cartão espalmadas, envelopes sem janela, livros, cadernos, catálogos, sacos de papel.

Contentor amarelo: latas de ferro, latas de alumínio, pacotes de leite, pacotes de sumo, pacotes de vinho, garrafas de água, garrafas de refrigerantes, frascos de champô, embalagens de amaciador, sacos de hipermercado limpos, outros sacos de plástico limpos.

Contentor verde: todo o vidro de embalagens: garrafas, frascos, potes (devem ser vazias e sem tampa ou rolha).

Contentor vermelho: pilhas.

O que não pode depositar

Contentor azul: papel vegetal, papel autocolante, encerados, envelopes com janela, embalagens tetra pack, papel e cartão contaminado com outros materiais como autocolantes, clips, agrafes, fita cola, plásticos e gorduras.

Contentor amarelo: latas de tinta, garrafas de produtos tóxicos e perigosos, embalagens de combustível, borrachas, seringas.

Contentor verde: cerâmicas, lâmpadas, espelhos, porcelanas, tampas de garrafas, vidro de janela, vidro de carros, louça e vidro plano.

Localização

Brevemente, a Autarquia irá disponibilizar a listagem com a localização dos ecopontos no Concelho.
   
> Ecocentros

O que são

Os Ecocentros são áreas devidamente licenciadas e vedadas onde se podem colocar os mais diversos tipos de materiais em contentores de grandes dimensões, encontrando-se sempre presente um funcionário devidamente identificado cuja função é indicar ao munícipe qual o contentor em que deve depositar o material que transporta.

Localização dos Ecocentros no Concelho

Ecocentro de Ermesinde (sob gestão da Câmara Municipal Valongo) – Rua Eça de Queirós em Ermesinde (tel.: 229 751 109)

Ecocentro de Valongo (sob gestão da Câmara Municipal Valongo) – Rua do Valado em Valongo (Tel.: 224 221 805)

Ecocentro da Formiga (sob gestão da LIPOR) – Rua das Macieiras, em Ermesinde (tel.: 229 770 100)

Horários de funcionamento

Ecocentros de Ermesinde e Valongo – de Segunda-feira a Sábado das 08h00 às 20h00

Ecocentro da Formiga – de Segunda a Sexta-feira das 09h00 às 18h00 e ao Sábado das 10h às 13h e das 14h às 17h

Materiais/resíduos que pode depositar

Madeiras – paletes, divisórias, móveis, caixas em madeira

Monstros Metálicos/Sucata – electrodomésticos e móveis metálicos, bidões, latas e embalagens metálicas diversas desde que escorridas do seu conteúdo, metais ferrosos e não ferrosos

Monstros Não Metálicos – sofás, colchões, alcatifas e tapetes, televisores, computadores, rádios, telefones, oleados, guarda-sois e guarda-chuvas, impressoras, máquinas de escrever, máquinas de fax, videogravadores

Papel/Cartão – caixas de cartão, rolos e embalagens de cartão, papel de escrita, jornais, revistas, livros e prospectos publicitários

Plástico – garrafas, garrafões, embalagens de plástico, bidões, baldes, cadeiras e mesas de plástico, sacos de plástico, tubos limpos e esferovite (desde que entregue limpa e em sacos fechados)

Resíduos Verdes – restos de jardinagem, ramos de pequenas podas, flores e plantas. Volume máximo de 1m3

Vidro – garrafas, garrafões e embalagens de vidro (frascos e boiões) sem rolhas ou invólucros de plástico

Ponto Vermelho - pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes e óleos de motor

Materiais/Resíduos que não pode depositar

Entulhos – resíduos domésticos e resíduos industriais ou perigosos

Madeira – restos de madeiras podres ou impregnadas com óleo, tacos com alcatrão, estuques, aglomerado revestido e platex

Monstros Metálicos/Sucata – bidões e latas de produtos perigosos ou quaisquer objectos com contaminantes

Monstros Não Metálicos – pneus, tecidos, calçado

Papel/Cartão – papel e cartão encerado, cartão complexo, papel plastificado, papel vegetal, fotografias e radiografias

Plásticos - para-choques, tabeliers e outros componentes de viaturas, embalagens de óleo de motor e lubrificação, embalagens de produtos químicos.

Resíduos Verdes – terra, flores e plantas envoltas em celofane ou outras embalagens, flores e plantas envasadas.

Vidro – vidro de aquário, vidro de janela e de para-brisas, espelhos, lâmpadas, pirex, cerâmicas e cristais.

Qual o encaminhamento final dado aos materiais depositados nos ecocentros

O papel/cartão, plástico, vidro, verdes, monstros metálicos e não metálicos e esferovite depositados pelos munícipes nos ecocentros, são posteriormente entregues na LIPOR I para reciclagem. A madeira é transportada directamente para uma empresa recicladora. As pilhas, baterias, lâmpadas florescentes, considerados como resíduos domésticos especiais, também são encaminhadas para a LIPOR I. 

Recolha selectiva nas empresas

De acordo com o disposto no Decreto – lei nº 73/2011, de 17 de Junho, a nova lei sobre a gestão de resíduos, “os produtores de resíduos devem proceder à separação dos resíduos na origem de forma a promover a sua valorização por fluxos e fileiras”. 

Nesse sentido, esta Autarquia garante a recolha de resíduos recicláveis (de papel/cartão e de plástico) nas empresas, serviços e comércios do Concelho de Valongo, num circuito especial em dias da semana pré-definidos. Estes devem ser entregues limpos, secos e devidamente acondicionados.

Em 2011, o circuito da recolha selectiva de cartão e plástico nas empresas e indústria abrangeu 126 empresas e foram recolhidas 94,08 toneladas de cartão e 59,20 toneladas de plástico.

Para inserir o seu estabelecimento neste circuito, deve dirigir o seu pedido por fax (para o n.º 224226130) ou através de oficio, citando a denominação comercial, o ramo de actividade, a morada onde pretende efectuar a recolha pretendida, a frequência da mesma, a indicação do nome de um colaborador desse estabelecimento responsável pela área dos resíduos e apresentar uma declaração de compromisso referindo que os resíduos produzidos não estão inseridos na listagem de resíduos proibidos da LIPOR.

Camião de recolha selectiva de resíduos nas empresas

 
Recolha selectiva nas escolas e edifícios públicos

Esta Autarquia recolhe também os resíduos valorizáveis (papel e embalagens) nos estabelecimentos escolares do Concelho e nos edifícios públicos.  


Recolha de objectos fora de uso

A Divisão do Ambiente possui um serviço de recolha especial dos objectos domésticos volumosos fora de uso (considera-se objectos fora de uso aqueles que, pelas suas características ou composição, se identificam com objectos normalmente utilizados em habitações e que os seus proprietários, possuidores ou detentores se pretendam desfazer, tais como por exemplo; colchões, electrodomésticos, peças de mobiliário), de segunda a sexta-feira no período da tarde.

Para solicitar este serviço, os munícipes deverão dirigir o seu pedido através da linha verde do ambiente (800 20 20 99), pessoalmente ou por escrito, de modo a combinar a data do serviço, pois é obrigatório a presença de uma pessoa na habitação do munícipe. Este serviço far-se-á mediante o pagamento das tarifas em vigor. De acordo com a tabela de taxas em vigor (de 2011), o valor é 11,30€ pelo primeiro metro cúbico, acrescido de 4,40€ pelos metros seguintes.

Camião de recolha de objectos fora de uso com dois funcionários a carregar um sofá


Recolha selectiva nos cemitérios

Nos 8 cemitérios e lojas de comércio de flores do Concelho de Valongo, foram recolhidos 303,30 toneladas de resíduos verdes, em 2011.


Recolha de resíduos orgânicos

No âmbito do projecto Operação RESTAURAÇÃO 5 ESTRELAS, em 2011 foram recolhidas 924,52 toneladas de resíduos orgânicos em 150 estabelecimentos de restauração e escolas.


Recolha especial de roupa e calçado

Em 2009, o Município de Valongo e a Wippytex, Lda assinaram um protocolo de cooperação para a recolha selectiva de roupa e calçado usado para reciclagem, em todo o Concelho de Valongo. Estima-se que cada cidadão coloca no circuito de Resíduos Sólidos Urbanos cerca de 8 a 10 Kg de roupa por ano, pelo que agora, os Munícipes de Valongo podem colocar as roupas usadas estragadas e calçado velho (dentro de sacos plásticos bem fechados), num dos 20 contentores Wippy de cor azul claro, que estão distribuídos pelas 5 freguesias do Concelho. Em 2011 foram recolhidas 138,80 toneladas de roupa e calçado usados.

> Balanço 2011

No que respeita aos resíduos recicláveis, durante o ano de 2011 foram encaminhadas para a Lipor 1.103,46 toneladas de papel/cartão694,62 toneladas de embalagens/plásticos e 1.335,18 toneladas de vidro. Estas quantidades são provenientes dos ecopontos existentes na via pública, dos circuitos especiais de recolha selectiva e dos ecocentros.


Para qualquer esclarecimento ou dúvida poderá contactar o Serviço de Higiene Urbana pela Linha Verde do Ambiente (24 h) 800 20 20 99.

Pesquisa do site

 

Ligação ao Website da 

Câmara Municipal de Valongo (nova janela)Ligação do Parque Paleozóico Ligação ao Website do 

Roteiro de Minas (nova janela) 100 mil rvores Stios AMP Informacao transporte para Valongo Testemunhos dos muncipes Ligação a uma 

versão do site mais acessível



Nº de Visitas Diferentes:

 

Câmara Municipal de Valongo - Todos os Direitos Reservados - 2008

 

Gestão de Conteúdos: Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental

Autoria e Imagem: Eng. João Moutinho

Powered by Exponent

 

cmia@cm-valongo.pt